Dissertação

Como os processos de medicalização respondem às políticas públicas e avaliações externas: um olhar a partir do discurso de uma escola de alto Ideb

RESUMO

O aprendizado da linguagem escrita é um desafio apontado nas avaliações educacionais, como o Ideb. Figura como agravante a medicalização da educação, com atribuição de rótulos de “doenças do não aprender” aos alunos e com a transformação de questões sociais em questões individuais. Os dados desvelaram que a atribuição de rótulos às crianças em processo de apropriação da escrita contribui para a incorporação de um sentimento de incapacidade, resultando em uma relação negativa com o aprendizado. 

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 2019
  • Local de publicação: Marília
  • Instituição(ões) relacionada(s): Programa de Pós-Graduação em Educação - UNESP - Marília (Editora)
  • Fonte: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/181667
  • Data de Acesso à Fonte: 29/11/2020
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Dissertação
  • Tamanho: 116 páginas
  • Tipo Licença: Todos os direitos reservados
ATENÇÃO

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário no desktop. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.