Artigo

Lobisomem juvenil: uma leitura biopolítica da adolescência

RESUMO

Analisa-se a “adolescência” enquanto questão biopolítica a partir da questão da “vida nua”, tal como discutida por Benjamin, Adorno, Foucault e Agamben. A partir do questionamento da violência hermenêutica na construção da identidade “adolescente”, mostra-se que o filme “Um Lobisomem Americano em Londres” (Landis, 1981) já expunha a complexa relação entre adolescência e vida nua. O lobisomem é a alegoria. Baseia-se na questão da emancipação dos jovens do discurso a que estão expostos como vida nua.

SOBRE O DOCUMENTO