Tese

A pobreza feminina e as políticas públicas: um estudo à luz do programa Bolsa Família na Rocinha - Rio de Janeiro

RESUMO

Na tese, aborda-se a ainda controversa existência do fenômeno da Feminização da Pobreza. O Brasil, a partir da análise de pesquisas domiciliares como a PNAD, tem-se mostrado que, apesar de as mulheres possuírem mais tempo de estudo que os homens, estas apresentam uma maior taxa de desocupação, e a desigualdade salarial no mercado laboral permanece. No que tange à renda, os lares chefiados por mulheres são mais pobres e a situação se degrada quando a chefia feminina é exercida pela mulher negra. 

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 2019
  • Autor(es): Sabino, Luíza Wehbe
  • Local de publicação: Belo Horizonte
  • Instituição(ões) relacionada(s): Universidade Federal de Minas Gerais (Editora)
  • Fonte: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-BB6UVF
  • Data de Acesso à Fonte: 12/06/2020
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Tese
  • Tamanho: 153 páginas
  • Tipo Licença: Todos os direitos reservados
ATENÇÃO

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário no desktop. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.