Artigo

Reflexões sobre homofobia e educação em escolas do interior paulista

RESUMO

Neste artigo, reflete-se sobre o quanto estudantes reforçam, no espaço escolar, os discursos hegemônicos de controle das sexualidades. O estudo mostra que o invariante foram as violências homofóbicas e as injúrias, perpetradas nos discursos dos adolescentes em situação escolar, demonstrando a institucionalização da homofobia. Destaca-se quão importante é, para a escola, apropriar-se de meios de desconstrução das normativas heterocentradas, visando preservar os direitos de pessoas que não se identificam aos modelos de heterossexualidade.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 12/2011
  • Autor(es): Bessa, Juliana Cristina | Rondini, Carina Alexandra | Teixeira-Filho, Fernando Silva
  • Local de publicação: São Paulo
  • Instituição(ões) relacionada(s): Universidade Estadual de São Paulo ¨Júlio de Mesquita Filho¨ (Editora)
  • Identificadores: ISSN 1678-4634
  • Fonte: http://www.scielo.br/pdf/ep/v37n4/a04v37n4.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 16/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 17 páginas
  • Edição: Volume 37; Número 4
  • Tipo Licença: CCBY - Atribuição