Artigo

O que os professores (não) podem dizer? A experiência canadense e a “Escola sem Partido”

RESUMO

Este artigo aborda o debate em torno do movimento Escola sem Partido (EsP) em contraste com o escopo da liberdade de expressão dos professores de escolas públicas de educação básica no Canadá. Analisa-se a legislação da experiência canadense, contribuindo para estabelecer um marco de reflexão para o debate brasileiro. Conlui-se que o binômio confiança/responsabilidade norteia a interpretação da liberdade de expressão dos professores canadenses, em contraposição a premissas e práticas do EsP.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 2019
  • Autor(es): Britto, Tatiana Feitosa de
  • Local de publicação: Rio de Janeiro
  • Instituição(ões) relacionada(s): Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Editora)
  • Identificadores: ISSN 1413-2478
  • Fonte: https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v24/1809-449X-rbedu-24-e240019.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 26/04/2020
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 16 páginas
  • Tipo Licença: CCBY - Atribuição

ITENS RELACIONADOS

Composiçao(in)

Revista Brasileira de Educação