Artigo

A rede de difusão do Movimento Escola sem Partido no Facebook e Instagram: conservadorismo e reacionarismo na conjuntura brasileira

RESUMO

O artigo discute o modo como o pensamento conservador vem sendo difundido por meio das redes sociais a partir dos apoiadores do Movimento Escola Sem Partido. Parte-se da análise das mídias sociais Facebook e Instagram, verificando quem são os apoiadores do ESP e o modo como seu discurso se estrutura. Aponta-se que esta proposta não é apartidária, pois possui fortes vínculos com grupos reacionários com projeto de poder, em especial contra o debate de gênero.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 2019
  • Autor(es): Estrada, Rodrigo Duque | Gonçalves, Suzane da Rocha Vieira | Severo, Ricardo Gonçalves
  • Local de publicação: Porto Alegre
  • Instituição(ões) relacionada(s): Faculdade de Educação - UFRGS (Editora)
  • Identificadores: ISSN 0100-3143
  • Fonte: https://www.scielo.br/pdf/edreal/v44n3/2175-6236-edreal-44-03-e84073.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 26/04/2020
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 28 páginas
  • Tipo Licença: CCBY - Atribuição

ITENS RELACIONADOS

Composiçao(in)

Educação & Realidade