Artigo

Educação Superior pública no Brasil: custos, benefícios e efeitos distributivos

RESUMO

O artigo aborda os financiadores e os beneficiários do sistema de Educação Superior pública no Brasil, mensurando, por faixas de renda, a magnitude da redistribuição associada ao financiamento público dessa modalidade educacional. Observou-se uma transferência líquida dos 20% mais ricos para o restante da população e uma concentração desse benefício líquido na renda domiciliar per capita. Considerando apenas o orçamento público relativo ao Ensino Superior, essa transferência líquida atenuaria a significativa desigualdade de renda brasileira.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 08/2019
  • Local de publicação: Belo Horizonte
  • Instituição(ões) relacionada(s): Faculdade de Ciências Econômicas - UFMG (Editora)
  • Identificadores: ISSN 0103-6351
  • Fonte: http://www.scielo.br/pdf/neco/v29n2/1980-5381-neco-29-02-0623.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 19/04/2020
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 27 páginas
  • Tipo Licença: CCBY - Atribuição

ITENS RELACIONADOS

Composiçao(in)

Nova Economia