Artigo

Ensino de Sociologia: periodização e campanha pela obrigatoriedade

RESUMO

Apesar de as cronologias serem fruto da objetividade de datas, as datas são marcadas por uma escolha, que é objeto de interpretação. A interpretação sobre a presença da Sociologia na escola se deve a contextos marcados: presente em períodos democráticos e ausente em períodos autoritários. Tal interpretação surge da perspectiva dos que defendem a obrigatoriedade da disciplina. Crê-se que outros fatores condicionam tal intermitência, como a formação da burocracia educacional que administra o currículo.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 12/2011
  • Autor(es): Moraes, Amaury Cesar
  • Local de publicação: Campinas
  • Instituição(ões) relacionada(s): Centro de Estudos Educação e Sociedade (Editora)
  • Identificadores: ISSN 0101-3262
  • Fonte: http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v31n85/04v31n85.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 01/10/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 24 páginas
  • Edição: Volume 31; Número 85
  • Tipo Licença: CC BY-NC - Atribuição/NãoComercial