Artigo

Repercussões das politicas educacionais na organização escolar: o fator tempo entre a autonomia e a regulação

RESUMO

Aborda-se o conflito entre as políticas educacionais e sua implementação nas escolas. A escola é uma organização formal que desenvolve um comportamento que revela seu projeto político-pedagógico com racionalidade própria. A partir do estudo de caso etnográfico numa escola pública, entende-se como tal contradição surge na prática. A falta de tempo para o diálogo opõe-se aos objetivos educacionais, o que limita o potencial crítico-argumentativo necessário à sua autoproposição e autoregulação.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 2015
  • Autor(es): Botler, Alice Miriam Happ
  • Local de publicação: Goiânia
  • Instituição(ões) relacionada(s): Associação Nacional de Política e Administração da Educação (Editora)
  • Identificadores: ISSN 2447-4193
  • Fonte: http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/58919/35197
  • Data de Acesso à Fonte: 24/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 18 páginas
  • Edição: Volume 31; Número 1
  • Tipo Licença: CC BY-NC - Atribuição/NãoComercial