Artigo

A medicalização do sofrimento psíquico: considerações sobre o discurso psiquiátrico e seus efeitos na educação

RESUMO

Este estudo analisa criticamente as mudanças observadas no tratamento do sofrimento psíquico na história recente, apontando a contribuição de fatores como: a padronização de sintomas trazida pelas sucessivas edições da série DSM (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), os resultados de pesquisas na neurociência – que tentam fundamentar o funcionamento psíquico em bases orgânicas – e o grande desenvolvimento dos psicofármacos, fruto de maciços investimentos financeiros.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 04/2007
  • Autor(es): Guarido, Renata
  • Local de publicação: Brasil
  • Instituição(ões) relacionada(s): Faculdade de Educação da USP (Editora)
  • Identificadores: ISSN 1678-4634
  • Fonte: http://www.educacaoepesquisa.fe.usp.br/
  • Data de Acesso à Fonte: 22/12/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 101 páginas
  • Edição: Volume 33; Número 01
  • Tipo Licença: CC BY-NC - Atribuição/NãoComercial