Relatório

Educação: um escudo contra o homicídio?

RESUMO

Apresenta análise preliminar das relações entre nível de instrução formal e probabilidade de ser vítima de homicídio. O estudo reforça três resultados já conhecidos: mulheres sofrem de homicídio a uma taxa quase dez vezes inferior à dos homens; negros têm maior probabilidade de morrer vítimas de homicídio que brancos; jovens entre 16 e 36 anos perfazem o grande grupo de risco para a morte por homicídio - e apresenta como fato inovador o de que a escolaridade reduz significativamente o risco de morte por homicídio.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 08/2007
  • Autor(es): Soares, Sergei Suarez Dillon
  • Local de publicação: Brasília
  • Instituição(ões) relacionada(s): Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Editora)
  • Identificadores: ISSN 1415-4765
  • Fonte: http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=4859
  • Data de Acesso à Fonte: 28/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Relatório
  • Tamanho: 39 páginas
  • Edição: Número 1298
  • Tipo Licença: CC BY-NC - Atribuição/NãoComercial