Artigo

O Golpe de 1964 e o financiamento: ditaduras não gostam de educação

RESUMO

Analisa os efeitos do golpe militar de 1964 no financiamento da educação no Brasil. Não houve reflexo positivo no investimento educacional, ficando a educação abaixo de 3% do PIB. Este baixo padrão de gastos decorreu da retirada do princípio da vinculação constitucional de impostos à manutenção e desenvolvimento do ensino. Isso causou danos à qualidade do ensino público, pois a falta de recursos se deu em um período de grande expansão de matrículas, e grande parte foi destinado ao setor privado.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 2014
  • Autor(es): Pinto, José Marcelino de Rezende
  • Local de publicação: Goiânia
  • Instituição(ões) relacionada(s): Associação Nacional de Política e Administração da Educação (Editora)
  • Identificadores: ISSN 2447-4193
  • Fonte: http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/53677/33091
  • Data de Acesso à Fonte: 24/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 15 páginas
  • Edição: Volume 30; Número 2
  • Tipo Licença: CC BY-NC - Atribuição/NãoComercial