Artigo

A meritocracia na política educacional brasileira (1930-2000)

RESUMO

O estudo analisa as políticas oficiais destinadas à educação brasileira e catarinense da década de 1930 aos anos 2000 e seus impactos no acesso aos Ensinos Fundamental e Médio. Os sistemas de ensino foram caracterizados como: seletivos entre 1930 e 1945; diferenciados entre 1946 e 1969; regulados entre 1970 e 1987; e meritocráticos desde 1988, quando os brasileiros conquistam efetivamente o direito à educação. Buscou-se, assim, apreender as consequências dos dispositivos legais sobre o movimento de acesso à escola.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 2009
  • Autor(es): Ruschel, Elizete | Valle, Ione Ribeiro
  • Local de publicação: Braga
  • Instituição(ões) relacionada(s): Instituto de Educação (Editora)
  • Identificadores: ISSN 0871-9187
  • Fonte: http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/pdf/rpe/v22n1/v22n1a08.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 28/07/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 28 páginas
  • Edição: Volume 22; Número 1
ATENÇÃO

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário no desktop. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.