Artigo

Medida Socioeducativa de Internação: dos Corpos Dóceis às Vidas Nuas

RESUMO

Foca-se em como é operacionalizada a tecnologia disciplinar empregada na internação de jovens em conflito com a lei. Baseou-se em Foucault e Agamben para problematizar a vida enquanto objeto político a ser governado. Usaram-se 3 metodologias: oitiva de audiências na Vara da Infância e da Juventude, visita a uma instituição de internação e leitura de processos jurídicos voltados à essa população. A tecnologia disciplinar assemelha-se a um dispositivo de controle, e não a um método socioeducativo.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 04/2014
  • Autor(es): Galeano, Giovana Barbieri | Santos, Suyanne Nayara dos | Scisleski, Andrea Cristina Coelho | Silva, Jhon Lennon Caldeira da
  • Local de publicação: Brasília
  • Instituição(ões) relacionada(s): Conselho Federal de Psicologia (Distribuidora)
  • Identificadores: ISSN 1982-3703
  • Fonte: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v34n3/1982-3703-pcp-34-03-0660.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 14/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 16 páginas
  • Edição: Volume 34; Número 3
  • Tipo Licença: CCBY - Atribuição