Artigo

Gestão escolar democrática no MST: a Escola Eduardo Galeano

RESUMO

O artigo tem por objetivo compreender as singularidades da gestão democrática escolar praticada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, tendo como referência a tensão entre dois modelos de gestão - a do movimento e a instituída pelas secretarias municipais/estaduais de educação. Os resultados apontam que o movimento conseguiu, na Escola do Campo Eduardo Galeano, a participação efetiva da comunidade escolar e a gestão escolar praticada pelo MST pode ser considerada democrática e participativa.

SOBRE O DOCUMENTO

ATENÇÃO

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário no desktop. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

ITENS RELACIONADOS

Composiçao(in)

Retratos da Escola