Artigo

A administração escolar: racionalidade ou racionalidades?

RESUMO

Os pressupostos da produtividade, da eficiência e da racionalidade instrumental da administração escolar não contribuem para que atores educativos se constituam como sujeitos democráticos e se convertam em sujeitos de ação. Desse modo, as condições de atuação e as práticas dos diretores escolares prejudica a emergência de racionalidade democrática e emancipatória nos processos educacionais, defendida pelo artigo.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 12/2013
  • Autor(es): Carvalho, Maria João de
  • Local de publicação: Lisboa
  • Instituição(ões) relacionada(s): Centro de Estudo de Intervenção em Educação e Formação (Editora)
  • Identificadores: ISSN 1645-7250
  • Fonte: http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/pdf/rle/n25/n25a13.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 03/10/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 17 páginas
  • Edição: Número 25
ATENÇÃO

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário no desktop. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.