Artigo

Distúrbio de voz em professores: autorreferência, avaliação perceptiva da voz e das pregas vocais

RESUMO

O artigo analisa a presença do distúrbio de voz em professores. Participaram do estudo 60 professores que, após responderem questionário de autopercepção, foram submetidos à coleta de amostra de fala e exames. No questionário, 63,3% dos participantes referiram ter distúrbio de voz. Do total, 43,3% foram diagnosticados com alteração em voz e 46,7%, em prega vocal. Concluiu-se que há maior autorreferência a distúrbio de voz do que o constatado pela avaliação perceptiva da voz e das pregas vocais.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 12/2012
  • Autor(es): Ferreira, Leslie Piccolotto | Ghirardi, Ana Carolina Assis Moura | Oliveira, Iara Bittante de | Silva, Maria Fabiana Bonfim de Lima | Silva, Marta Assumpção de Andrada e
  • Local de publicação: São Paulo
  • Instituição(ões) relacionada(s): Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (Editora)
  • Identificadores: ISSN 1982-0232
  • Fonte: http://www.scielo.br/pdf/rsbf/v17n4/05.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 04/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 07 páginas
  • Edição: Volume 17; Número 4
  • Tipo Licença: CC BY-NC - Atribuição/NãoComercial