Artigo

Romantic Relationships, Adolescence and HIV: Love as an Element of Vulnerability

RESUMO

Usou-se a Escala Triangular do Amor de Sternberg e um questionário envolvendo 301 estudantes de Ensino Médio para analisar relações amorosas e percepção de risco frente ao HIV. Os adolescentes subestimam o risco de contágio. O amor não aparece associado à autopercepção de risco, mas como complicador do sexo protegido. Relações estáveis e o amor são elementos que aumentam a vulnerabilidade ao HIV, pois permeiam a confiança no parceiro e justificam práticas arriscadas, como o não uso do preservativo.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 08/2014
  • Autor(es): Aguiar, Adriana de | Camargo, Brigido Vizeu
  • Local de publicação: Ribeirão Preto
  • Instituição(ões) relacionada(s): Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - USP - Ribeirão Preto (Editora)
  • Identificadores: ISSN 0103-863X
  • Fonte: http://www.scielo.br/pdf/paideia/v24n58/1982-4327-paideia-24-58-0165.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 10/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 12 páginas
  • Edição: Volume 24; Número 58
  • Tipo Licença: CC BY-NC - Atribuição/NãoComercial