Relatório

Discrimination against the obese and very thin students in brazilian schools

RESUMO

Valendo-se de microdados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) 2012, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Ministério da Saúde (MS), o artigo analisa a discriminação contra estudantes obesos e muito magros. Os dados indicam que alunos que se autoclassificam “muito gordos” ou “muito magros” são mais propensos a comportamentos de risco, como o consumo de drogas ilícitas, álcool, cigarros e laxantes (ou indução ao vômito), quando comparados com alunos “normais”.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 01/2015
  • Autor(es): Kubota, Luís Cláudio
  • Local de publicação: Brasília
  • Instituição(ões) relacionada(s): Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Editora)
  • Identificadores: ISSN 1415-4765
  • Fonte: http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=24533&Itemid=383
  • Data de Acesso à Fonte: 27/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Relatório
  • Tamanho: 38 páginas
  • Edição: Número 199
  • Tipo Licença: CC BY-NC - Atribuição/NãoComercial