Artigo

Autoavaliação como estratégia de resistência à avaliação externa ranqueadora

RESUMO

Discute as políticas de avaliação na e da escola ao apresentar investigação realizada por pesquisadores brasileiros e portugueses. O artigo aborda criticamente a função expertise da pesquisa, que frequentemente legitima avaliações centradas nos produtos, portando credibilidade aos testes padronizados, à proliferação de uma avaliocracia, com consequente alteração de procedimentos de inspeção e direção escolares, além de mudanças na gestão dos sistemas educativos, corrompendo/deformando o conceito de autonomia escolar.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 12/2015
  • Autor(es): Arelaro, Lisete Regina Gomes | Caramelo, João | Kruppa, Sônia Maria Portella | Mendes, Geisa do Socorro Cavalcanti Vaz | Sordi, Mara Regina Lemes de | Terrasêca, Manuela
  • Local de publicação: São Paulo
  • Instituição(ões) relacionada(s): Faculdade de Educação da USP (Editora)
  • Identificadores: ISSN 1678-4634
  • Fonte: http://www.scielo.br/pdf/ep/v41nspe/1517-9702-ep-41-spe-1283.pdf
  • Data de Acesso à Fonte: 01/10/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Artigo
  • Tamanho: 16 páginas
  • Edição: Volume 41; Número Especial
  • Tipo Licença: CCBY - Atribuição