Tese

Escola, juventude e violência: um estudo no Ensino Médio

RESUMO

A violência escolar é assunto recorrente quando se fala de educação. Os alunos de hoje não respeitam os professores? Mas e os professores? E a escola? Respeitam seus alunos? Essa tese objetiva investigar a violência na, à e da escola, sob o olhar dos jovens estudantes do Ensino Médio. Por meio de questionários, grupo focal e entrevistas, o autor se debruça sobre a rede estadual de Ponta Grossa, no Paraná, identificando grupos de jovens que representassem o universo de 9.678 jovens. Nesse sentido, destaca que os alunos sofrem, praticam e presenciam cenas de violência escolar, principalmente na sala de aula, com ou sem a presença do professor, sendo este o último a ser acionado pelos jovens. A escola tende a tratar os casos de forma burocrática, com advertências e registros em livros-ata, sem atuar preventivamente e/ou abrindo canais institucionais de diálogo. Nesse sentido, o texto evidencia que não são apenas os jovens, mas também a escola e seus gestores os responsáveis pela violência escolar.

SOBRE O DOCUMENTO

ATENÇÃO

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário no desktop. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.