Tese

Reprovação e interrupção escolar: contribuições para o debate a partir da análise do Projeto Classes de Aceleração

RESUMO

Ciclos de aprendizagem, aceleração de aprendizagem e fluxo escolar são termos que apareceram na pauta de discussão da educação e das políticas públicas educacionais na década de 1990. Essa tese objetiva discutir a política do governo federal chamada "classes de aceleração da aprendizagem" instituída em 1997 pelo Ministério da Educação (MEC). A política partia do princípio de que com a idade mais avançada dos reprovados era possível retomar os conteúdos em um tempo mais curto, sem perder na qualidade da aprendizagem. Nesse sentido, a autora investiga como essa política se insere na lógica das políticas da década de 1990, como o Estado de Santa Catarina disseminou essa política e qual o projeto resultante dos debates estaduais e, por fim, os efeitos dessa política na trajetória escolar dos egressos. Por meio de análise documental e entrevistas semiestruturadas, a autora conclui que a política se insere na lógica mundial resultante das novas necessidades do capitalismo, que o currículo estadual foi a base de elaboração do conteúdo, mas que a gestão flexível do currículo foi trabalhada e, por fim, que alunos evadidos retornaram e finalizaram sua trajetória escolar, mesmo que sem alterar suas condições de existência.

SOBRE O DOCUMENTO

ATENÇÃO

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário no desktop. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.