Dissertação

A invenção cotidiana do aluno: relações de poder, experiências escolares e possibilidades de existência

RESUMO

O trabalho discute dois aspectos da “invenção” do aluno: a) a invenção do aluno como algo não acabado e definitivo, produzida diariamente no cotidiano escolar; b) a associação da invenção do aluno não ao poder possuído pela escola, mas às relações de poder exercidas em seu interior. Inspira-se na concepção de relações de poder do francês Michel Foucault para explorar algumas das possibilidades e efeitos das relações de poder estabelecidas no interior da escola em termos de uma invenção cotidiana do aluno.

SOBRE O DOCUMENTO

  • Data de publicação: 22/11/2010
  • Autor(es): Engelberg, Marcel Francis D'Angio
  • Local de publicação: São Paulo
  • Instituição(ões) relacionada(s): Faculdade de Educação da USP (Editora)
  • Fonte: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-11112010-162524/pt-br.php
  • Data de Acesso à Fonte: 03/09/2016
  • Suporte: Texto
  • Tipologia: Dissertação
  • Tamanho: 116 páginas
  • Tipo Licença: Todos os direitos reservados
ATENÇÃO

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Por conta das restrições de uso e acesso informados pelo autor e/ou pela fonte de origem deste arquivo, este documento apenas pode ser visualizado pelo usuário no desktop. Qualquer outra tentativa de uso não é permitida (tais como divulgação, reprodução ou download), cabendo ao usuário a responsabilidade sobre tal conduta irregular, conforme o aceite de nossos Termos de Uso e Políticas de Privacidade.